Atendimento:

8:30 - 18:00

Ligue:

(48) 3364-7547 | 3207-5691

Novas formas de fazer negócio: 4 dicas para reinventar sua empresa

Perda de clientes, queda na receita, aumento de inadimplência, dificuldades para pagar os salários, despesas, dívidas. Essas são preocupações constantes, principalmente com a pandemia de COVID-19. Como lidar com essas coisas e manter a empresa funcionando? Em muitos casos, a solução é encontrar novas formas de fazer negócio e se reinventar.

Como as pequenas empresas são afetadas pela crise

As micro e pequenas empresas representam 99% do total registrado no Brasil, de acordo com o Sebrae. São elas as que mais estão sofrendo com a crise e também as que ficam mais vulneráveis à recessão econômica, quando o poder de consumo cai e, consequentemente, as vendas. Alguns setores são mais prejudicados do que outros, mas todos precisam encontrar estratégias para manter o negócio rodando.

Em um primeiro momento, as pequenas empresas sentiram os efeitos das medidas de prevenção para evitar o contágio pelo novo coronavírus e proteger a saúde de todos. O fechamento da maioria dos estabelecimentos e o isolamento social exigiu adaptações e estratégias para manter empregos, pagar as contas e lidar com inadimplência dos clientes, por exemplo. Porém, as ações de emergência podem não ser suficientes para sustentar os negócios a partir da retomada.

Isso porque o cenário já não é mais o mesmo de antes da pandemia. Tudo mudou, e os negócios têm o desafio de se reinventar para passar pela crise. Algumas tendências já ganharam força e é preciso entender o momento para encontrar novas formas de fazer negócio. Confira a seguir algumas dicas.

4 dicas para encontrar novas formas de fazer negócio

1. Dê atenção às mudanças

A pandemia transformou o mundo. Para encontrar novas formas de fazer negócio, a primeira coisa a fazer é acompanhar as mudanças e ficar atento às novas demandas. Assim, é possível aproveitar as oportunidades e adotar outras formas de geração de renda.

As mudanças estão ocorrendo em diversos sentidos: na forma de oferecer o serviço, no comportamento dos consumidores e nas exigências de consumo.

Algumas empresas encontraram soluções rápidas e criativas. Muitos restaurantes, por exemplo, se reorganizaram para fazer entregas. Lojas físicas criaram e-commerces e investiram na divulgação dos produtos pelas redes sociais.

Os consumidores também mudaram o padrão de consumo: passaram a valorizar mais os negócios locais, produtos sustentáveis, práticas éticas e engajadas. Além disso, estão buscando serviços e produtos personalizados, que entreguem exatamente o que eles necessitam. O atendimento rápido pelas redes sociais e WhatsApp, por exemplo, também se tornou uma exigência, assim como formas facilitadas de pagamento.

2. Faça uma análise de mercado

A análise de mercado é sempre importante. No entanto, neste cenário de crise e incertezas, ela é fundamental. Acompanhar as notícias no nicho de mercado que a empresa atua ou pretende atuar pode trazer boas ideias e ajudar a criar novas formas de fazer negócios. Uma dica é utilizar ferramentas gratuitas à disposição na internet para entender melhor o público que você deseja atingir, como os formulários do Google que você poderia enviar por Whatsapp aos conhecidos ou divulgar em suas redes para obter uma amostragem de respostas mais ampla.

Outra dica importante é participar de eventos online, como LIVEs e Webinars, que têm ocorrido agora com mais frequência, para ficar por dentro das discussões e soluções que dão certo, e se inspirar.

Além disso, analisar o contexto de mercado é crucial se a empresa estiver buscando inovar. Alguns setores estão em alta: exercícios em casa, delivery, marmitas, compras online, decoração e construção, facilidades para home office, pets e alimentação são alguns exemplos. Aproveitar a chance para ressignificar os negócios ou colocar os planos em prática pode ser uma boa estratégia.

3. Invista em capacitação

Aprimorar os conhecimentos também é uma forma de encontrar saídas para a crise. Participar de eventos, fazer leituras técnicas e cursos online são algumas formas de se capacitar e se preparar para enfrentar o desafio de remodelar o negócio. Gestão, vendas, inovação, criatividade, tecnologia – todos os temas são relevantes para nutrir e expandir as ideias.

Também vale a pena investir na capacitação dos funcionários. Isso porque o atendimento e a qualidade do serviço têm um grande impacto na experiência dos clientes, e são um diferencial. Com a concorrência acirrada, quem tiver uma equipe bem preparada sairá na frente.

4. Use tecnologia a seu favor

A tecnologia é, com certeza, uma das maiores aliadas na inovação dos negócios. Elas colaboram para otimizar processos, aumentar a produtividade, reduzir custos e oferecer serviços de qualidade para os clientes. Logo, buscar soluções tecnológicas é indispensável neste momento.

Isso vale para softwares e plataformas digitais que automatizam tarefas e fazem análises complexas, para equipamentos de qualidade que oferecem alto desempenho e também para soluções que conferem um uso mais eficiente de energia para redução de custos.

É importante ressaltar que a inteligência artificial é uma das maiores tendências e pode ser aproveitada em diversas áreas, da segurança à análise de dados de consumo. Acelerar a adoção dessas tecnologias pode colaborar para diminuir os impactos da crise.

E então, o que você achou das dicas? Esses são alguns caminhos para encontrar novas formas de fazer negócio e se reinventar.

 

Fonte: https://blog.empreendors.com.br/

Compartilhe:

X
Olá, estamos ansiosos para falar contigo.

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0